quinta-feira, 14 de março de 2013

Nossa Páscoa



Fala aos filhos de Israel, dizendo: Quando alguém entre vós, ou entre as vossas gerações, for imundo por tocar corpo morto, ou achar-se em jornada longe de vós, contudo ainda celebrará a páscoa ao SENHOR. Nm 09:10

Deus instituiu a celebração da páscoa para o povo hebreu com o objetivo de lembrá-los da saída do Egito. A páscoa era comemorada no dia 14 do primeiro mês (calendário judaico). Alguns que não puderam comemorar esta primeira páscoa pois estavam impuros ou longes questionaram a Moisés sobre como fariam e tiveram como resposta que haveria uma segunda páscoa, especialmente para estes, comemorado no dia 14 do segundo mês.

Figura nossa ali...

A primeira páscoa foi direcionada para os judeus mas aprouve a Deus permitir uma segunda páscoa a nós que estávamos impuros por causa do pecado, convivendo com os mortos, longe de Deus. O Senhor foi misericordioso e ao enviar o Cordeiro Pascal nos deu acesso a comemorar a nossa Páscoa, a nossa passagem, das trevas para a Luz. Glória Jesus!

Mensagem sugerida pelo irmão Thiago - Juiz de Fora / MG.

4 comentários:

  1. Primeiramente essa figura foi hilária!!! Rsss

    Segundo, há imensa profundidade nos elementos da primeira páscoa e da segunda.

    A primeira tinha a ênfase no cordeiro morto por nossos pecados, nas ervas amargosas para nos lembrar da vida aqui na terra e do sangue nas vergas das portas, para nos impulsionar a proteção (segurança) divina.

    Na segunda, os elementos davam ênfase a um corpo vivo (Pão e vinho...corpo e sangue). A ressurreição. Uma igreja viva. A vitória sobre a morte.

    Ôh glória!!!

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de apresentar um site.

    http://umapreciosasemente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Acessei. Obrigado pela indicação

    ResponderExcluir