segunda-feira, 25 de julho de 2011

O limite do Espírito Santo


Gn 09, 21

E bebeu do vinho e embebedou-se; e descobriu no meio da tenda.

Quem diria que Noé, homem de fé, valente, que construiu a arca, agora estaria nessa situação, bêbado, nu, exposto ao ridículo. Grande ensino ao homem...
O vinho fala do Espírito Santo. Mas há um limite, o limite do Espírito Santo. Quando o homem ultrapassa deste ponto, ele se expõe, se dá ao ridículo, ele já não tem mais a proteção do Espírito Santo e agora encontra-se nu, desprovido de qualquer proteção. Alguém dirá: mas Senhor, eu fiz a obra por tanto tempo, construí tantas arcas! Na obra de Deus é importante saber os limites, afinal de contas quem tem que aparecer não é o homem, mas importa que o nome do Senhor seja glorificado.

4 comentários:

  1. A forma de usar o vinho(Espiríto santo) não é de qualquer forma " E começou Noé a ser lavrador da terra e plantou uma vinha" Gn 9;20 o fato de te-la plantado não lhe dava o direito de usufruir de qualquer forma, temos que ter sabedoria e discernir a forma como será utilizado o vinho provindo do Senhor, para utilizarmos o Espírito Santo, e cuidarmos da vinha. A partir do momento em que o homem se engrandece e a glória de Deus desaparece o homem se expõe ao ridículo expondo sua nudez e por vezes falhas. Devemos encher nossos cálices e usufruir do mesmo com temor e tremor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade minha amiga Jessica. Grande abraço

      Excluir
  2. Uma grande verdade Weslley! Quando começamos a agir conforme aquilo que NÓS julgamos como correto sem nos colocarmos debaixo da direção de Deus começamos a caminhar por um caminho muito perigoso. Buscar a face de Deus e a Sua direção é preciso para garantirmos o sucesso em nossa e vida e esperarmos a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo. Vamos permanecer na Fé em Jesus!!!
    Roberta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agir fora dos limites do ES é um grande risco.

      abs

      Excluir