quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Sugestão de mensagem para o culto dos colegas de trabalho


E quando o iam levando, tomaram um certo Simeão, cireneu, que vinha do campo, e puseram-lhe a cruz às costas, para que a levasse após Jesus. Lc 23:26

A Cruz do Senhor, segundo avaliações atuais, pesava cerca de setenta quilos (...). Era Simeão natural de Cirene, uma cidade de cultura grega, ao norte da África, hoje localizada na Líbia. Os cireneus tem pele escura (…). Ao viajar 1300 km para morar em Jerusalém, Simeão nem imaginava que seria escolhido para carregar tão importante cruz e cooperar na mais poderosa obra de Redenção da Humanidade (…). O Evangelho Reunido de Juanribe Pagliarin, pág 409.

Poderia ser só mais um dia de trabalho na vida daquele homem. Mas não foi. Voltando do campo, se depara com a Cruz de Cristo. Há alguns interessantes motivos para Simeão ficar registrado nos evangelhos.

Simeão era um trabalhador e pai de família, não era um ladrão ou assassino como Barrabás. Porém, a Cruz também era pra ele. Jesus veio para morrer no lugar de todos, bons, ruins. A cruz pertence a todos nós, independente de classe social, cor, cultura. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me. Mt 16:24;
Mas veja bem, eu e você não precisamos andar com uma cruz pendurada no pescoço, nem mesmo pregá-la em qualquer lugar. Isso porque...

A morte de Cruz era a maior vergonha e sofrimento que um homem podia ser condenado a época. Simeão, por alguns minutos deve ter sentido muita vergonha de carregar uma cruz. Quem passasse por ali e não tivesse visto a cena inicial poderia até pensar que Simeão é que seria crucificado. Mas assim como há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte, olhar friamente para aquela cena poderia transmitir uma imagem falsa. Alguém que conhecesse a Simeão poderia ter ficado desesperado e até fosse chamar seus parentes com uma notícia: “Simeão vai morrer”. Mas quando retornasse, viria que alguém tomou sua cruz. Esse alguém é Jesus. Era Simeão, eu e você que teríamos que carregar aquele fardo, mas Jesus o fez por nós.


Simeão sentiu só um pouco do peso da Cruz. Talvez alguns de nós estejamos sentindo o peso da cruz. Uma luta, uma enfermidade, etc. Mas lembre-se, o peso da cruz para nós é momentâneo, porque Ele venceu a cruz por nós. Não deixe que as lutas deste mundo pesem sobre seus ombros trazendo ansiedade, dor, sofrimento. Isso é momentâneo. Muito em breve o nosso Salvador, Aquele que não está pregado numa cruz porque está vivo, virá e nos levará para morar na eternidade.

Simeão teve um encontro com o Salvador voltando do trabalho. Tenha também um encontro com Jesus todos os dias depois do trabalho.

4 comentários:

  1. Ôh Glória!!!
    Esse término foi empolgante, de sentir o toque do Espírito Santo e, dando glória a Deus, falar em novas linguas!

    Esse Deus é maravilhoso. Nas acontece ao acaso, mas tudo faz parte de um projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprendi que nenhuma mensagem tem mais graça do que o pregador, mas realmente, dá para dar uns glórias com uma mensagem dessa bem pregada...Oh glóriaaaa!

      abs

      P.S Andou sumido hein...

      Excluir
  2. Henrique Brandão2 de agosto de 2013 19:16

    Parabéns Weslley!
    Grande msg! Que possamos ter este encontro pessoal com o Senhor Jesus sempre pois esta intimidade é que faz a diferença em nossas vidas.
    Que o Senhor te ilumine cada vez mais e que vc e tds nós que cremos no Carpinteiro de Israel continuemos firmes em suas promessas e caminhada!!!

    ResponderExcluir
  3. Bom te ver por aqui companheiro.

    Que Deus nos abençoe a cada dia mais.

    abs

    ResponderExcluir