segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Efraim


Jo 11:54b mas retirou-se dali para a região vizinha ao deserto, a uma cidade chamada Efraim; e ali demorou com os seus discípulos.

"Havia muitas cidades em Israel. Por que Jesus foi logo para Efraim? Porque a sua ida à cidade de Efraim tinha um propósito espiritual e profético: Efraim foi o segundo filho de José. Nasceu no Egito em cerca de 1800 a.C. José lhe deu este nome porque se lembrou de todas as aflições pelas quais ele havia passado quando, ainda jovem, foi traído pelos seus irmãos, vendido por vinte moedas de prata e, apesar de inocente, aprisionado injustamente por um crime que não havia cometido. Depois de tanto sofrimento, José foi exaltado por Deus como governante geral do Egito. Ao pôr o nome de “Efraim” no segundo filho, José disse: “Deus me fez crescer na terra da minha aflição” (Gn 41:52).

José foi, na Torá, um arquétipo de Cristo. O Senhor, naquele momento difícil de perseguição, foi para Efraim porque sabe que a história se repete: também será traído por seus irmãos, será vendido por trinta moedas de prata, será preso injustamente e pagará por pecados que nunca cometeu. Depois de tanto sofrimento, por Deus Ele crescerá na Terra de sua aflição e será exaltado como o maior governante do universo. Tudo isto Jesus verá em Efraim, “o segundo filho”, isto é, nos gentios, que O receberão como Governador Máximo, Rei dos reis e Senhor dos senhores."

PAGLIARIN Juanribe, O Evangelho reunido, Editora Landscape Ltda, 2005, pg 254 e 255. Obrigado ao amigo Waldir que me indicou o livro.

6 comentários:

  1. Interessante é que José foi colocado como governador para que não faltasse o alimento naquele período de seca, e não tem faltado alimento para aqueles que buscam a Jesus, sejam eles da mesma linhagem ou não.
    Muito boa a aplicação do texto.

    ResponderExcluir
  2. Você não me agradece pelos livros que indico a você... kkkkkk .... brincadeira, meu amigo.... bom texto... aliás, não comentei o texto antigo por falta de tempo, mais estava excelente...

    ResponderExcluir
  3. Venho através deste, publicamente, agradecer ao meu amigo Felipe pelos livros que ele me indicou...rs

    Sem mais para o momento...

    abs

    ResponderExcluir
  4. Após a batalha para os que permanecem firmes sempre vem a vitória. E louvado seja o senhor que nos da alegria e fartura enquanto o mundo está com fome, e assim podemos dividir com os que não tem o que comer. Feliz aquele que conhece o pão da vida.

    ResponderExcluir
  5. Verdade. Feliz aqueles que conhecem o Pão da Vida.

    abs

    ResponderExcluir